Sexta-feira, 13 de Fevereiro de 2009
O que eu e o MEP defendemos para a Europa

Ontem, alguém particularmente importante na minha vida e com uma visão estratégica sobre a política, a multiplicação dos talentos, o mundo das ideias e a maneira como comunicamos uns com os outros disse-me:

 

-  Por mais que me identifique contigo ou com o MEP jamais terei tempo e concentração suficientes para ler todo o vosso progama eleitoral para a Europa.

 

Fiquei decepcionada, claro, até porque (passe a parcialidade radical!) considero que temos um excelente programa e digo-o na certeza de que eu apenas contribui com uma parte pois o documento saiu em partes rigorosamente iguais dos 22 elementos da Lista MEP Europa.

 

- Mas não lês só por ser extenso ou por mais alguma razão?

- Porque tenho os dias muito preenchidos, porque tenho centenas de mails acumulados em atraso, porque viajo todas as semanas, porque mal tenho tempo para ler os jornais de manhã, porque quero chegar a casa à tarde e ter tempo para os meus filhos e porque é impossível para mim ler um programa eleitoral com atenção no meio disto tudo.

- Então, o que é que sugeres?

- Que o graves e que publiques pequenos vídeos, ponto por ponto, ou com as ideias gerais ou como achares que é mais eloquente.

 

Fiquei a pensar na ideia e acho que sim, que tem razão. Amanhã vou fazer a apresentação do programa na sede do MEP, em Lisboa, e no fim vou combinar com os elementos da lista gravarmos o essencial do programa em vídeo, seguindo o índice, sublinhando as ideias-chave e, acima de tudo, tornando o programa vivo e expressivo. Espero conseguir convencê-los a todos a gravarem comigo as partes que pertencem às suas áreas específicas...

Se isso for possível e nos correr bem, ficamos com uma dupla versão do programa que depois poderá ser consultado neste blog e no site do MEP.

 



publicado por Laurinda Alves às 19:17
link do post | comentar |

7 comentários:
De Jorge Sousa a 13 de Fevereiro de 2009 às 21:48
Vamos ter de ser criativos. :)

A ideia do video é interessante.

Pode-se também colocar, aqui no blog, uma ideia do programa em cada semana ou em determinados dias por forma a que se faça uma leitura integral durante toda a campanha.


De Laurinda Alves a 17 de Fevereiro de 2009 às 00:37
Jorge, vamos ter que ser criativos e incisivos. Mas tenho a certeza de que vamos conseguir e que vai valer a pena! Abraço.


De Zilda Cardoso a 16 de Fevereiro de 2009 às 07:54
Estou de acordo, o mais possível. Se bem que... o programa sendo extenso... vai dar muitos vídeos. Para que muitos,muitos leiam - e é preciso - tem que valer a pena. Tem que haver a certeza de que vale a pena, de que é importante para as n/vidas.
Por mim, tenho a certeza de que é.


De Laurinda Alves a 17 de Fevereiro de 2009 às 00:39
Zilda, vamos tentar resumir o essencial e dizê-lo de forma simples. Embora o programa seja extenso (em minha opinião não é extenso mas sim muito completo e abrangente, mas claro que não sou nada imparcial!) há maneiras de o tornar mais 'legível' e inteligível. É o que vamos tentar fazer. Obrigada pelo plus de confiança que leio nas suas palavras. Abraço!


De Alberto Silva a 16 de Fevereiro de 2009 às 13:45
Que bom que é, verificar que alguém sem tempo, diz que é possível fazer melhor, sugerindo como fazer!
Esta sugestão, se implementada, poderá fazer chegar o Politica MEP para a Europa a muitas mais pessoas.


De Laurinda Alves a 17 de Fevereiro de 2009 às 00:43
Alberto, concordo inteiramente. A nossa sorte é estarmos a trabalhar com uma grande equipa e termos a certeza certa de podermos contar todos uns com os outros. Acredite que é um privilégio sem tamanho! A acrescentar ainda conto com os amigos que me acompanham (mesmo não sendo do MEP) e me vão dando feedback. Foi o caso. Um abraço e obrigada pelo entusiasmo que transparece no seu mail


De desfocado a 15 de Março de 2009 às 16:21
Soube há dois dias da existência do MEP (ainda estou a aprender e a ser convencido da sua capacidade).
Numa altura em que somos bombardeados (muito literalmente) com informação diariamente e em que, simplesmente, é impossível acompanhar todos os processos deste mudno em rotação cada vez mais rápida, acho que este post é fulcral.
Compreendo que seja difícil, para alguém que quer fazer política, saltar fora de um programa político e assumir que todos os interessados o devem ler até ao fim. Mas tal é a realidade. A grande maioria das pessoas votantes (em Portugal pelo menos) só votam com base em dois vectores: o partido/clube e os escândalos que passam na TV sobre os respectivos clubes e concorrentes.
Tendo o MEP uma origem jornalística e sendo algo novo, concordo plenamente com a ideia de entrarem no mercado de uma forma diferente. Não com um site bonito e sem ideias, nem com um site normal com ideias a mais. Há que haver níveis de informação.
Um cidadão comum com acesso à net deve ser capaz de ver na primeira página do site um vídeo com menos de 5 minutos a explicar todos os princípios e ideias fundamentais do partido/campanha (e vocês devem conseguir resumir as vossas ideias a isto).
Um cidadão mais atento, mais ligado à política ou um jornalista que queira saber mais sobre o vosso programa deverá ter o tal documento de 50 páginas a detalhar cada um dos aspectos.
Façam vídeos, coloquem-nos em sítios "virais" como o youtube, vão ver que terão muito mais impacto assim e que conseguem chegar às pessoas sem ser apenas através dos anúncios institucionais e campanhas tradicionais.
Bom trabalho !


Comentar post

Site MEP Europa

Site oficial
A EQUIPA MEP EUROPA

MEP - Movimento Esperança Portugal

Programa MEP Europa

Download

posts recentes

Vivendo e aprendendo...

A Obra do Frei Gil, um so...

Pia do Urso e um Parque E...

BricoSolidário: arranjos ...

A casa dos bebés e crianç...

Breve album de fotografia...

Os melhores queijos das m...

Dia de entrevistas e enco...

Pular a Cerca, programa E...

A Diana, a Cláudia e o Lu...

pesquisar neste blog
 
pesquisar neste blog
 
tags

todas as tags

RSS