Segunda-feira, 9 de Fevereiro de 2009
A história de umas luvas castanhas

 

Há gestos que nos marcam e pessoas que ficam para sempre

no nosso coração. Este fim-de-semana no Minho foi um tempo

radicalmente feliz para mim e para toda a equipa MEP que vai

percorrendo comigo os caminhos deste país, onde nos damos

a conhecer e onde queremos ficar em contacto com a realidade.

O frio granítico dos útimos dias fez-me andar a tremer pelas ruas

de pés e mãos sempre geladas e a sentir-me desconfortável ... 

 

 

A meio da manhã cruzei-me nas ruas do centro de Braga com

Alice, uma professora muito alegre e descontraída que me viu

ao fundo e veio ter comigo. Viu que estava de mãos geladas e

tirou automaticamente as luvas das suas mãos e ofereceu-mas.

Primeiro não as quis aceitar mas depois da insistência de Alice

acabei por ficar com elas e assumo  que me deram muito jeito.

 

 

Comoveu-me este gesto e confesso que a Alice é agora uma

das pessoas que me acompanha para sempre. A alegria com

que tirou as luvas para me dar e a descontracção com que me

disse que sim, senhora, claro que me ia ouvir à noite à Junta

de Freguesia de S.Vítor ( e foi! ) fizeram o meu dia neste dia. E

se conto isto aqui e agora é para sublinhar ao privilégio que é

poder percorrer o país de norte a sul em campanha e conhecer

pessoas como a professora Alice e tantas outras.Que maravilha! 



publicado por Laurinda Alves às 13:52
link do post | comentar | ver comentários (6) |

Site MEP Europa

Site oficial
A EQUIPA MEP EUROPA

MEP - Movimento Esperança Portugal

Programa MEP Europa

Download

posts recentes

A história de umas luvas ...

pesquisar neste blog
 
pesquisar neste blog
 
tags

todas as tags

RSS